Coplana e Socicana recebem professores da rede pública de ensino de toda a região

prof1

O grupo participou do “Programa Educacional Agronegócio na Escola”, da Abag-RP

O dia 22 de junho foi marcante para professores das redes municipal e estadual de ensino de várias cidades da região, que conheceram de perto a cadeia produtiva do amendoim.

Inserido no “Programa Educacional Agronegócio na Escola”, da Associação Brasileira de Agronegócios (Abag-RP), o grupo visitou a Unidade de Grãos da Coplana, em Jaboticabal, e também teve uma “aula” de logística reversa, na Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Defensivos, em Guariba.

Além disso, os 70 profes-      sores participaram de um bate-papo bem informativo com o presidente da Socicana, Bruno Rangel Geraldo Martins, e com o superintendente da Associação, José Guilherme Nogueira. Ambos deram detalhes sobre como o associativismo e o co- operativismo têm sido importantes para o agronegócio não só brasileiro, mas mundial, e mostraram um pouco do dia a dia da Socicana. As informações foram completadas pelo gerente Técnico Comercial de Insumos da Coplana, José Marcelo Pacífico, que traçou um panorama sobre o agronegócio no Brasil.

A apresentação no auditório da Socicana foi seguida de uma visita à Central de Recebimento de Embalagens, onde foram recebidos pelo responsável do setor, Fábio Elias Paiva, e pelo agrônomo Victor Righetto. Após ver in loco o processo de destinação correta de embalagens, os professores voltaram à Socicana para acompanhar a apresentação dos gerentes Valdeci Malta da Silva e Roberto  Moraes,  que mostraram um vídeo sobre a Coplana e sobre o funcionamento da cadeia produtiva do amendoim, por meio da reportagem veiculada na edição de aniversário do Bom dia São Paulo.

A parte da tarde foi dedicada a uma visita à Unidade de Grãos, com passagem pelo Armazém de Amendoim em Casca, em seguida pelo Beneficiamento, Blancheamento e, por fim, pelo Semielaborado. O comentário geral era de que o dia foi muito proveitoso no sentido dos professores entenderem um pouco mais outros aspectos da cadeia produtiva e, neste sentido, sentirem-se mais capacitados para levar as informações aos seus alunos. A diretora de escola, Lucelena Santos de Campos, de Guariba, aprovou a iniciativa e disse que não é a primeira vez que participa deste projeto, mas a cada participação aprende um pouco mais e, portanto, sente-se mais qualificada para replicar estas informações. A professora Helenice Regazzi
Carvalho, também de Guariba, concorda. Segundo ela, sua escola está há oito anos neste projeto, que considera fundamental.

Sobre o projeto da Abag Ribeirão Preto

Entre as principais atividades da Abag-RP se destaca o Programa Educacional “Agronegócio na Escola”, realizado mediante parcerias com as Secretarias Municipais de Ensino, da região de Ribeirão Preto. O Programa, desenvolvido desde 2001, trabalha temas relativos ao Agronegócio com professores, coordenadores e alunos das duas últimas séries do ensino fundamental, jovens de 13 a 14 anos de idade. Seu principal objetivo é levar conceitos fundamentais do agronegócio aos alunos e, através de visitas às empresas associadas, pos-sibilitar a conexão entre teoria e prática, levando a realidade do setor e da região para a sala de aula e vice-versa. Assim, é possível revelar a interdependência campo-cidade, a dimensão do setor para a economia, valorizar as atividades agroindustriais locais e, com isso, a comunidade onde o aluno está inserido, e resgatar o orgulho de pertencer a esta região.

Mais informações sobre o programa:

www.agronegocionaescola.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome*

Email

Website