Núcleo de Negócios Silos promove reunião sobre soja e palestra com perspectivas do mercado

A soja foi tema de uma reunião ampla do Núcleo Silos, que ocorreu no dia 13 de novembro no CAC (Centro de Atendimento ao Cooperado), em Jaboticabal. Os cooperados tomaram conhecimento do percentual mínimo de soja depositada a ser comercializado, referente à safra 2018/2019. Também assistiram à palestra “Mercado de soja, perspectiva de preço e produção”, ministrada pela economista do Bradesco, Ellen Regina Steter.

Murilo Morelli, coordenador do Núcleo Silos, incentivou os cooperados a estarem mais presentes nos Núcleos Coplana. “É muito importante a nossa participação, e uma ótima oportunidade de levar à diretoria todas as demandas dos produtores, bem como propor ações”, comentou.

01 sojaMirela Gradim, superintendente da Cooperativa, explicou como funcionam os Núcleos e ratificou a importância do produtor participar.

O gerente de Operações da Unidade de Grãos, Roberto Weinert Moraes, falou do aumento da área de soja. “Tivemos um significativo aumento do volume recebido de soja nos últimos anos, e para a próxima safra estimamos um aumento de 18% em relação ao volume da safra passada. No nosso planejamento para a próxima safra, definimos a necessidade de venda de 43% do volume de soja entregue por cada cooperado até 30/04/2019, com o objetivo de recebermos e escoarmos de maneira eficiente. Temos desafios para os próximos anos, e nossa estrutura precisa ser adaptada para absorver o crescimento da cultura de soja na região. O Núcleo Silos, bem como em outras situações, tem um papel fundamental nesta busca de soluções. O Núcleo ajuda a tomar decisões e encontrar o melhor caminho”, disse Moraes.

O presidente da Coplana, José Antonio Rossato Junior, avaliou este novo momento vivido pelo segmento Silos na Cooperativa. “Há cinco safras o recebimento de soja na cooperativa tem crescido em média 33% ao ano. Nossa capacidade estática para armazenamento não comporta toda a safra, o que traz a necessidade dos produtores comercializarem um percentual antecipadamente. Estamos apresentando alternativas que flexibilizem a comercialização e o armazenamento de soja, a fim de gerenciar este crescimento substancial da cultura”, explicou Rossato. Ele encerrou sua fala, parabenizando a atuação dos coordenadores do Núcleo Silos, bem como toda a equipe da Coplana engajada na melhoria contínua da gestão e operação da estrutura de silos.

O encontro contou ainda com a participação da engenheira agrônoma Beatriz Berto, da RCI, que apresentou os processos comerciais da Intacta RR2 Pro, a convite do gestor de Tecnologia Agrícola e Inovação, Pablo Humberto Silva.

 

Palestra “Mercado de soja, perspectiva de preço e produção”,

ministrada pela economista do Bradesco, Ellen Regina Steter.

Que a economia tende a trilhar um caminho de recuperação, não há dúvida, mas ainda dependemos das definições do novo governo.

No caso do preço da soja, provavelmente haverá pouco espaço para uma valorização significativa. Esta foi uma das avaliações passadas pela economista Ellen Regina Steter, do departamento de Pesquisa e Estatística Econômica (Depec) do Bradesco, na palestra ministrada no CAC, em Jaboticabal, no dia 13 de novembro.

De acordo com a economista, há perspectiva de recuperação de mercado com o novo governo e com as possíveis reformas fiscal, administrativa e previdenciária. “O comércio varejista sentiu a desaceleração desde 2014 e agora está havendo uma retomada do consumo, principalmente no setor automotivo. Como consequência, a indústria de bens de consumo (máquinas e equipamentos) começou a respirar. A taxa de desemprego parou de piorar, e neste cenário o agronegócio tem uma participação diferenciada”, comentou Ellen.

Ela cita que o agronegócio está por trás, em grande medida, da recuperação da economia brasileira. “No caso da soja, a expectativa da Conab é uma safra um pouco menor do que a anterior, que havia sido recorde. A guerra comercial entre Estados Unidos e China tem criado condições melhores para o preço da soja brasileira, e a expectativa mundial é de outra safra recorde, principalmente nos Estados Unidos. Os preços, portanto, têm um viés mais altista (de aumento) para milho do que para soja”, explicou.

Ellen enxerga um panorama positivo para o agronegócio, com crescimento de crédito. A expectativa para a economia em 2019 também é positiva, com crescimento de 2,8%, que é tímido, mas superior a previsão de 1,1% este ano. “A agenda política precisa definir alguns detalhes como manutenção do teto de gastos, reformas administrativa, previdenciária e tributária, além de abertura comercial”, explicou, completando que a economia internacional está extremamente desafiadora, com a queda do barril do petróleo e a volatilidade do câmbio. “A expectativa é de que o dólar fique em torno de R$ 3,70”, avaliou.

As taxas de juros, de acordo com Ellen, também têm expectativa de elevação. “Esperamos que o Banco Central fique mais próximo da taxa de juros neutra, que é de 8%, mas pode ser que as reformas convirjam para uma alteração deste valor. Ainda é cedo para dizer, uma vez que o novo governo está apenas começando a traçar suas metas de ações”, concluiu.

Murilo Morelli destacou que as informações técnicas oferecidas pela economista vieram ao encontro do que o mercado vem sinalizando. “Início de um novo governo, expectativa de voltarmos a crescer, combate à corrupção, reformas e tudo o que dá esperanças ao agricultor para produzir com boas margens de renda. A palestra mostrou os novos ares e uma expectativa positiva”, avaliou Murilo.

A superintende da Coplana, Mirela Gradim, citou que o cenário apresentado pela economista foi mais para o positivo do que para o negativo, mas alertou que é necessário cautela por parte dos produtores. “Ainda há muito o que acontecer até a colheita. Importante que o produtor proteja parte de sua produção, pelo menos para pagamento do custo, minimizando o risco”, afirmou.

Fotos e Produção de texto: Renata Massafera – Neomarc 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome*

Email

Website