Safra do Amendoim

Safra do Amendoim

Produtores vencem período de poucas chuvas e conseguem colher com produtividade

A Coplana – Cooperativa Agroindustrial encerrou a safra de amendoim 2020/2021 no mês de maio, com volume expressivo e boa produtividade. Com uma área plantada de aproximadamente 20 mil hectares, a Cooperativa recebeu 82.219 toneladas de amendoim em casca, considerando o volume de produto já limpo e seco.
Como afirma o presidente da Coplana, Bruno Rangel Geraldo Martins, o clima fez com que os cooperados agilizassem as operações no campo. “Tivemos uma rapidez maior na colheita, devido aos dias com poucas chuvas. Os produtores conseguiram fazer render bastante, retirar o amendoim e devolver a área para as usinas seguirem com o novo plantio de cana-de-açúcar, que é a principal parceira do amendoim em nossa região”, disse Bruno.
Ele também avalia que o resultado foi mantido no campo. “Em virtude do verão menos chuvoso, acreditávamos que a produtividade cairia. Mas, em locais onde a umidade permaneceu e tivemos um índice pluviométrico melhor, os produtores tiveram boas produtividades”, ressaltou.
Para Valdeci Malta da Silva, gerente de Originação da Coplana, mesmo com os baixos índices pluviométricos a produtividade superou as expectativas. “Nesta safra, tivemos um incremento de aproximadamente 10% na área de plantio de amendoim, porém com precipitações pluviométricas mal distribuídas ao longo do desenvolvimento das lavouras. Com o manejo fitossanitário tecnicamente bem feito obtivemos uma produção que ficou em 10% a 15% acima do esperado.”
O produtor Matheus Donegá reforça a importância da assistência técnica e da semente com alto potencial fisiológico para esta conquista. “Uma semente de boa qualidade ajuda a ter um stand melhor no campo e uma pureza genética da variedade. A cadeia produtiva do amendoim está investindo cada vez mais em melhorias e certificações e também em estudos e análises que nos ajudam a ter maior precisão da área, levando em consideração o tipo de solo, a época do plantio, o potencial produtivo, entre outros fatores que contribuem com a qualidade e produtividade da lavoura”, comentou Donegá.
Para o produtor Nilton de Souza Junior, a semente, principalmente nessa safra, fez toda a diferença na lavoura. “O plantio nesse ciclo foi totalmente ar- riscado, devido à falta de chuva. Mesmo com essa adversidade, a semente se sobressaiu e germinou muito bem, o que foi fundamental para o sucesso da colheita”, destacou o produtor.

Coplana segue como referência

Com o investimento em qualidade desde o campo e em seu processamento na indústria, a Coplana segue como referência no Brasil e mantém, por 11 anos consecutivos a mais alta classificação, nota AA, da BRC, British Retail Consortium. Esta é uma norma global que valida a produção do alimento seguro e é uma exigência de grandes empresas, por exemplo, as da União Europeia, considerado um dos mercados mais seletivos do mundo. A Cooperativa exporta para os cinco continentes e, além da BRC, tem seu produto atestado pelos selos: Nestlé Responsible Sourcing (de sustentabilidade da cadeia de suprimentos), Kosher (com critérios da comunidade judaica), Halal (com padrões para consumidores muçulmanos) e Pró-Amendoim da Abicab (Associação Bras. da Ind. de Chocolates, Amendoim e Balas). O amendoim dos nossos produtores tem alto padrão e é reconhecido no Brasil e em todo o mundo: resultado da dedicação de Cooperados e toda a equipe.

Números da safra 2020/2021

Segundo o levantamento nacional da safra de amendoim, realizado em maio, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), houve crescimento de 3,2% na área plantada em relação ao ciclo anterior. Em todo o Brasil, estima-se a produção em 597 mil toneladas de amendoim em casca, sendo que na safra passada tivemos 557,5 mil toneladas. O Estado de São Paulo mantém-se com mais de 90% da produção nacional e volume estimado em 562,3 mil toneladas de amendoim em casca, ou mais 7,2%, na comparação com o ciclo anterior em que foram colhidas 524,5 mil toneladas.

Campeão de preferência

Na Coplana, uma receita famosa é o Pé de Moça, elaborado cuidadosamente pela copeira Izilda Furtado Poiano, que trabalha na matriz, em Guariba. Seus doces ficaram conhecidos até entre visitantes de outros países. “Trabalho na Coplana há 21 anos, e quando me perguntam se eu faço só café, eu falo que não, pois me considero parte da história da Cooperativa, assim como meu doce”, afirma Izilda. “Fazer este doce me deixa muito feliz, pois tive incentivos para criar e ir aperfeiçoando, até esta receita ficar da forma que é hoje. Eu me sinto muito motivada para continuar fazendo, pois todos que experimentam, elogiam.” Sim, Izilda, você faz parte da nossa história, e nós agradecemos por estes doces deliciosos.

Pé de Moça Coplana – Receita da Izilda

Ingredientes
• 1 kg de amendoim sem pele torrado Coplana,
• 1 kg de açúcar refinado,
• 1 tablete (200g) de manteiga sem sal,
• 2 latas de leite condensado,
• 1 pitada de bicarbonato de sódio.

Modo de preparo
• Coloque a manteiga e o açúcar no fogo, mexendo até virar uma farofa.
• Em seguida, coloque os demais ingredientes.
• Continue mexendo sem parar, até “cozinhar” todos os ingredientes e desprender do fundo da panela.
• Desligue o fogo e coloque o doce em uma “pedra” ou forma untada. Corte enquanto estiver morno.
A receita rende aproximadamente 120 pedaços.

Esta reportagem foi uma contribuição do Núcleo da Mulher Coplana, com o objetivo de fazer a nosso cultura do amendoim ser mais conhecida. Integrantes do Núcleo: Danielle Bellodi Baratela, Camila Bellodi, Jaqueline Nuno, Simone Penariol e Thais Nucci.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome*

Email

Website