Author Archives: admin

Campo Limpo 2019

Alunos da ETEC Bento Carlos Botelho do Amaral, de Guariba, dos cursos Desenvolvimento de Sistemas, Técnico em Administração e Técnico em Química, conheceram a Central de Recebimento de Embalagens da Coplana, no dia 16 de agosto, durante as comemorações do Dia Nacional do Campo Limpo 2019.

Durante a visita, o gerente Técnico-Comercial de Insumos, José Marcelo Pacífico, apresentou um panorama geral sobre a canavicultura, explicando o processo do plantio à colheita da cana-de-açúcar  e os cuidados com a sustentabilidade, esclarecendo os principais mitos ligados à produção. “Há um conceito errado sobre a cana-de-açúcar, como se fosse uma cultura predadora, o que é um equívoco. Na verdade, ela move a economia regional, não só pelo seu próprio produto, mas também pela substituição desta gramínea por leguminosas, como amendoim e soja, que são grãos usados para a renovação do canavial na rotação de culturas”, informou Marcelo. O gerente explicou ainda o papel fundamental da Central de Recebimento de Embalagens da Coplana, que foi pioneira e serviu de modelo para centrais brasileiras e de outros países.

Fábio Elias de Paiva, responsável técnico da Central, traçou um panorama da logística reversa. “A evolução deste processo culminou com o atual modelo no qual a Coplana foi pioneira. Já conseguimos tirar do meio ambiente milhões de toneladas de embalagem, reduzindo significativamente a emissão de gás carbônico e ajudando a preservar o meio ambiente”, contou Fábio.

O professor Tadeu Martins elogiou a iniciativa. “Estou impressionado com a seriedade com a qual é feito o processo de logística reversa. Muito interessante saber que a Cooperativa foi pioneira”, disse Tadeu. Os alunos garantiram que estavam voltando para casa com um novo olhar sobre a agricultura, entendendo sua importância.

Ação Comunitária

No dia 30 de agosto, a Cooperativa promoveu uma Ação Comunitária, no Barracão de Agronegócios de Guariba, com a presença de mais de mil crianças e jovens de 9 a 15 anos, que acompanharam as várias estações montadas no local, sobre cuidados com o meio ambiente e logística reversa. O prefeito de Guariba, Dr. Francisco Mançano Junior, compareceu e parabenizou a Coplana e os demais participantes pela inciativa. “A Central de Recebimento de Embalagens da Coplana, em Guariba, é a primeira do Brasil e serve de exemplo para as demais. A Prefeitura cedeu o transporte para as crianças virem para o evento porque sabe da sua importância”, avaliou o prefeito de Guariba.

6ª Feira Coplana de Negócios supera expectativas de organizadores e participantes

A 6ª edição da Feira Coplana de Negócios, que aconteceu nos dias 28 a 30 de agosto, em Jaboticabal, superou o desempenho das edições anteriores, com um modelo focado e objetivo, recebendo aprovação dos parceiros e visitantes. “A Feira foi uma surpresa muito positiva, principalmente em função dos problemas climáticos que afetaram a safra de soja e amendoim. As vendas e a participação dos cooperados foram melhores do que no ano passado. Isto prova o compromisso da Cooperativa com o produtor em garantir bons preços e condições de compra”, avaliou o vice-presidente da Cooperativa, Bruno Rangel Geraldo Martins.

A superintendente Mirela Gradim comemorou o resultado. “O clima foi de bons negócios, satisfação dos fornecedores, cooperados e colaboradores. Percebemos que a cada ano, a Feira ganha corpo e conta com maior presença dos cooperados. Agradeço pelo empenho e a dedicação da equipe”, concluiu.

O gerente Técnico-Comercial de Insumos, José Marcelo Pacífico, explicou que seu departamento trabalhou em sinergia com o departamento Financeiro da Coplana, buscando assertividade no levantamento das demandas, o que permitiu antecipar a compra de insumos. “Esta estratégia nos garantiu condições de repasse dos melhores preços para nossos cooperados e também a segurança de não deixar faltar nenhum insumo importante. O produtor correspondeu, pois aconteceram retornos positivos em relação aos preços e, consequentemente, reflexos diretos, aumentando nossas vendas. Saliento o comprometimento da equipe técnica, que se dedicou e, devido ao seu bom relacionamento, obteve adesão do cooperado para a Feira. Agradeço as empresas que aderiram ao modelo da Feira. Todas tiveram um papel fundamental para levarmos o que existe de melhor em preços e tecnologias para nossos cooperados”, avaliou Marcelo.

A Loja da Coplana recebeu cooperados e visitantes de toda a região em busca de bons negócios. “Tivemos um aumento considerável nas vendas. Muitos cooperados de outras filiais vieram visitar a Feira, e a devolutiva dos fornecedores foi de que as vendas deste ano foram muito boas. As condições oferecidas foram estendidas às filiais, que aproveitaram a oportunidade. Conseguimos oferecer condições comerciais melhores em função do desconto que negociamos com as empresas. Preferimos fazer um modelo de feira mais enxuto, em que as empresas expositoras pudessem beneficiar nossos cooperados com mais descontos”, comentou o gerente de Marketing e Varejo, Cézar Cimatti.

Produtores avaliam a Feira

A Feira foi aprovada por produtores como Donizete Fávero. “O evento foi muito bem organizado, muito bem planejado. A cada ano, a Coplana faz a Feira ficar melhor”, afirmou. Francisco Antonio de Laurentiis Filho, o Fito, tem a mesma opinião. “Todo ano observo que a Feira está ficando melhor. A Coplana está sempre ajustando para aperfeiçoar”, disse Fito. Luiz Tardivo e Fábio Tardivo, pai e filho, produtores de Batatais, estiveram em Jaboticabal no terceiro dia de Feira e também aprovaram. “Este formato de feira é muito interessante, bem mais fácil para termos acesso às empresas, mais confortável e aconchegante”, disseram.

Integração na 5ª Corrida Coplana Pegada Sustentável

A Corrida Coplana Pegada Sustentável 2019 novamente chamou a atenção pela organização e número de inscritos. O evento contou com uma marca que já tem ficado gravada em cada edição: a integração. É nítido também o entusiasmo de quem participa e dos familiares e amigos que acompanham a prova. A corrida, que é realizada pela Coplana com apoio com apoio da Socicana e do Sicoob Coopecredi, aconteceu no domingo, dia 1º de setembro, no loteamento Nova Rocca, em Guariba, e mobilizou 591 corredores de cerca de 40 cidades. A prova foi dividida em categorias e teve percursos de 5 km e 10 km, além da caminhada de 3 km.
“O evento foi um sucesso e alcançou os objetivos da Co- operativa, que é promover saúde, sustentabilidade e a união entre seus colaboradores, além de beneficiar uma instituição da cidade”, avaliou Mirela Gradim, superintendente da Coplana e atleta que venceu a categoria feminina nos 10 km Colaboradores.
Sob fiscalização da Federação Paulista de Atletismo, a prova foi organizada pela equipe Paulo Sports e contou com a presença de atletas de destaque, como Maria Zeferina. Outro benefício social da Corrida foi a contribuição com o Centro Social São Mateus, que recebeu uma doação de R$15.400,00, fruto do valor arrecadado com as inscrições do público. A entidade ganhou também produtos de higiene e limpeza, provenientes das inscrições dos colaboradores. A atleta octogenária Terezinha Martucci, mais uma vez, contagiou todos com sua energia e deu um show à parte, ganhando a premiação por idade.

Resultado da Corrida Coplana Pegada Sustentável 2019

Confira a tabela abaixo com os nomes dos três primeiros colocados de cada categoria, o tempo e a cidade.

Geral:

10KM – Feminino

1º – THAYNARA ALVES PEDROSO – 00:39:19 – BARRETOS (SP)
2º- MARLENE OLIVEIRA – 00:40:23 – Não informado
3º – CAROLINE ALVES DOS SANTOS – 00:41:29 – ARARAQUARA (SP)
10KM – Masculino
1º – PAULO ALVES DOS SANTOS – 00:31:55 – PARAPUÃ (SP)
2º – ELESSANDRO APARECIDO – 00:32:20 – RIBEIRÃO PRETO (SP)
3º – EDSON TIBÚRCIO ALVES – 00:33:13 – MORUNGABA (SP)
5 KM – Feminino
1O – KLEIDIANE BARBOSA JARDIM – 00:17:06 – LORENA (SP)
2º – JACIANE BARROSO DE JESUS – 00:17:23 – JAÚ (SP)
3º – ROSELEIA DA SILVA SANTOS – 00:21:49 – IBATÉ (SP)
5 KM – Masculino
1º – EDER UILLIAN OLIVEIRA DA SILVA – 00:15:09 – CAMPINAS (SP)
2º – EDUARDO CESAR DE OLIVEIRA – 00:15:16 – SARUTAIA (SP)
3º – ALEXANDRE RIBEIRO PASTORELLO – 00:15:24 – ARARAQUARA (SP)

Colaboradores Coplana, Sicoob Coopecredi e Socicana

10 KM – Feminino
1º – MIRELA CRISTINA GRADIM – 00:51:26 – TAQUARITINGA (SP)
2º – TAMIRIS DE CASSIA GREGÓRIO DO NASCIMENTO – 00:58:48 – GUARIBA (SP)
3º – MARCELA DA SILVA PEREIRA – 01:08:25 – GUARIBA (SP)
10 KM – Masculino
1º – DANIEL DUTRA PEREIRA – 00:41:00 – GUARIBA (SP)
2º – CAIO CÉSAR MADEIRA – 00:42:15 – GUARIBA (SP)
3º – RAFAEL DE SOUZA MENDES – 00:47:08 – GUARIBA (SP)
5KM – Feminino
1º – MICHELLY DINIZ ALVES – 00:25:18 – GUARIBA (SP)
2º – ESTELA CAPORUSSO – 00:25:54 – GUARIBA (SP)
3º – RAIANE DE OLIVEIRA FERRAREZI – 00:27:42 – GUARIBA (SP)
5KM – Masculino
1º – MATEUS APARECIDO RIBEIRO PASTORELLO – 00:17:54 – GUARIBA (SP)
2º – ERNANE FELIX MELQUIADES – 00:18:54 – GUARIBA (SP)
3º – OBERDAN DA SILVA – 00:19:05 – GUARIBA (SP)

Semana de eventos na Cooperativa conta com Feira de Negócios, Corrida e lançamento de produtos

Feira de Negócios

De 28 a 30 de agosto, a Loja Coplana de Jaboticabal foi o cenário da sexta edição da Feira de Negócios da Cooperativa, que contou com a presença de fornecedores de máquinas, implementos, insumos e diversas outras linhas de produtos para casa e jardim, pesca e camping, ferramentas e automotivos, pet e linha veterinária, além de produtos marca própria.

A Feira superou as expectativas de público e negócios realizados, o que valida o modelo adotado pela Cooperativa, mais prático e enxuto, possibilitando condições melhores ao produtor.

Uma novidade deste ano foi o lançamento do Amendoim Coplana para o mercado consumidor. O lançamento ocorreu depois de anos de sucesso no atendimento da grande indústria alimentícia do Brasil exterior. Há anos também, a Cooperativa recebe pedidos das famílias de produtores e membros da comunidade para a venda do produto em suas lojas. Dessa forma, a presença do Amendoim Coplana na gôndola foi comemorada.

Acompanhe mais informações da Feira na próxima edição do Informativo Produtor.

 

Corrida Pegada Sustentável

Em sua quinta edição, a Corrida Coplana Pegada Sustentável reuniu 591 atletas de cerca de 40 cidades, em um evento que se consolidou pela organização e integração que promove. Realizada no domingo, 1º de setembro, no bairro Nova Rocca, em Guariba, o objetivo é promover a saúde e a qualidade de vida entre colaboradores e sociedade. Com isso, a Corrida já tirou muitas pessoas do sedentarismo, que se tornaram fieis praticantes do esporte.

Outro benefício é que esta é uma ação de responsabilidade social, com doações a entidades, como foi o caso do Centro Social São Mateus, de Guariba, que recebeu uma doação no valor de R$15.400,00, fruto das inscrições do público. A entidade ganhou também produtos de higiene e limpeza, proveniente das inscrições dos colaboradores.

Acompanhe mais informações da Corrida na próxima edição do Informativo Produtor.

Educação cooperativa 2019

Atualização profissional e pessoal: uma condição para alcançar seus objetivos!

Inscrições abertas para o Programa Educação Cooperativa, uma parceria entre Coplana e Sescoop/SP.

Conhecimento de impacto para seus negócios, seu trabalho e sua vida!

Aulas no Auditório da Socicana

  • Rua José Mazzi, 1450
  • Vila Garavello, Guariba/SP
  • Sempre das 8h às 17h

Inscrições gratuitas

  • Podem se inscrever cooperados, jovens cooperados, esposas de cooperados, filhos, funcionários da administração da fazenda.
  • As inscrições se encerram sempre 10 dias antes da realização de cada curso.
  • As vagas são limitadas e podem se esgotar com antecedência.

Termo de compromisso

  • No ato da inscrição, pelo site da Cooperativa, é necessário concordar com o Termo de Compromisso referente ao comparecimento às aulas.
  • Em caso do não comparecimento, a Cooperativa reserva-se o direito de cobrar multa do inscrito. Ressalta-se que a inscrição somente será válida se o interessado clicar em “Aceitar Termo de Compromisso”.

Contatos para mais informações

  • (16) 3251-9233 – Tamíris
  • (16) 3251-9285 – Pedro

JORNADA EMOCIONAL

  • Autoconhecimento – necessidades e valores, objetivo e foco, canais sensoriais • Autocontrole – tempo racional e emocional – porque as pessoas reagem de formas diferentes a mensagens idênticas? • Empatia – resiliência, comunicação empática e assertiva, escuta empática • Flexibilidade – feedback, administração de conflitos e alinhamento de valores • Habilidade social – ética e valores, política e sustentabilidade, rapport.

25 e 26 de abril – 16 horas de duração

GESTÃO DO TEMPO

  • Por que administrar o tempo? • A gestão do tempo aumentando a produtividade no trabalho • Controlando seu tempo • Administração por objetivos • Gestão do tempo e redução do estresse • Alguns passos para gerenciar seu tempo com maior eficácia • Ferramentas de gestão do tempo • Erros e falhas na gestão do tempo.

30 de maio – 8 horas de duração

TRABALHO SOB PRESSÃO

  • Como manter a calma • Solução de problemas – alternativa mais comum • Desafios – como enfrentá-los com sucesso • Utilização do tempo – foco no alcance de objetivos • Controle do estresse • Exercício da reflexão – pensar antes de fazer • Qualidade de vida – mantendo as condições pessoais e profissionais.

31 de maio – 8 horas de duração

TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO

  • Importância e etapas da negociação • Os cinco resultados da negociação • A arte de negociar • Assertividade 
  • Concessões • Comportamento e estilo de negociação • Ganha – ganha • Estratégias e táticas para uma negociação bem-sucedida • Postura do negociador.

27 de junho – 8 horas de duração

CUSTOS E ORÇAMENTO

  • Visão Geral do orçamento • Planejamento e orçamento Estratégico • Planejamento e controle orçamentário • Mecanismos orçamentários • Classificação de custos e despesas • Métodos de custeio • Ponto de equilíbrio 
  • Retorno de investimento • Formação de preço • Fluxo de caixa projetado • Planejamento e controles • Comparativo: orçado x realizado.

28 de junho – 8 horas de duração

LIDERANÇA PARA RESULTADOS

  • Conceitos de líder e principais habilidades • Gestão de resultados na cooperativa  Estabelecimento de metas  O processo decisório do líder  A delegação do líder  O perfil do líder moderno  A liderança como fator de sucesso na obtenção de resultados positivos  Eficácia, eficiência e efetividade  Automotivação e inteligência emocional.

25 e 26 de julho – 16 horas de duração

COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

  • Vícios de linguagem • Atitudes adequadas e inadequadas • O processo de comunicação • Canais de comunicação • Distorções e barreiras no processo de comunicação • Percepção e modelos mentais • Estilos de comunicação e seus impactos • Comunicação escrita • Comunicação telefônica • Comunicação assertiva • Componentes do discurso – gestos, tom, volume, etc. • Como lidar com posturas agressivas, passivas e assertivas • Como dar feedback • Como ter foco em reuniões.

29 e 30 de agosto – 16 horas de duração

COACHING E FEEDBACK

  • O líder coach • Os contextos de coaching • O relacionamento de coaching na prática • Princípios e práticas de coaching • O processo de comunicação • Autoconhecimento e feedback • Exposição e feedback • Finalidade do feedback • Tipos de feedback.

19 e 20 de setembro – 16 horas de duração

CURSO COMO FALAR EM PÚBLICO

  • Características de uma boa apresentação • Timidez e medo de falar • Como lidar com o medo • Processo de comunicação • Aparência, postura, movimentação, expressões faciais, gestos • Articulação da fala, ritmo, entonação da voz, ênfase, ampliação do vocabulário, vícios de linguagem, gramática para comunicação oral, objetividade • Interpelação e argumentação • Etapas da apresentação, uso de recursos audiovisuais, formas de tornar o discurso mais atraente • Ações perante as diferentes reações da plateia, preparação para a fala de improviso.

24 e 25 de outubro – 16 horas de duração

AGO Coplana

Melhor resultado e distribuição de sobras ao cooperado são destaques da Assembleia

 A Coplana realizou, no dia 5 de julho, sua Assembleia Geral Ordinária (AGO), em que apresentou a prestação de contas do Exercício 2018/2019, referente ao período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019. O Relatório de Gestão, contendo o Balanço Patrimonial, o Demonstrativo das Contas de Resultado e o Plano de Atividades para o Exercício 2019/2020, foi aprovado pelos presentes. Na assembleia, compuseram a mesa o presidente da Cooperativa, José Antonio Rossato Junior, o vice-presidente Bruno Rangel Geraldo Martins, o diretor secretário Francisco Antonio de Laurentiis Filho e o conselheiro fiscal Walter Ap. Luiz de Souza.

Em um trabalho dedicado de diretores, conselheiros, superintendência, demais membros da equipe e cooperados, a Coplana registrou aumento no seu faturamento líquido e no resultado, o que representa uma superação diante das adversidades de mercado. Outra questão importante a ser citada é que a AGO decidiu pela distribuição de sobras ao cooperado, o que ocorrerá em forma de crédito, proporcionalmente ao volume de operações que o cooperado teve com a Cooperativa.

A distribuição de sobras é um benefício que reconhece o trabalho do produtor e valoriza sua participação ativa, visto ser esta participação a responsável pelo movimento dos negócios da Coplana.

Importante ressaltar ainda que a Coplana se manteve, ao longo de todo o Exercício, com uma postura firme de atendimento às demandas do produtor, estando ao seu lado para suprir as diversas necessidades da produção.

Durante a AGO também compareceu, a convite da Diretoria, o cooperado e ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, que contou trechos de sua história e destacou o crescimento como um dos desafios das cooperativas. “O cooperativismo é um instrumento de democracia e desenvolvimento realmente homogêneo. Abre espaço para todo mundo, mas é preciso crescer. Para dar espaço para nossos filhos, nossos netos, para eles não irem embora. Vamos morar aqui e fazer deste o melhor país do mundo”, afirmou.

Rossato Junior mencionou o legado deixado por Roberto Rodrigues e outros diretores. “Nós citamos o Sr. Antonio José Rodrigues Filho e outros 12 cooperados que fundaram a Coplana. Naquele momento, o objetivo central do estabelecimento da Cooperativa era o de capitanear e organizar a demanda de insumos dos produtores de cana-de-açúcar da região de Guariba, sob um viés econômico. Esta foi a razão da concepção da Coplana. Na sequência, se não houvesse a ousadia, na década de 1970, de idealizar o sistema Coplana de Rotação de Culturas, não teríamos, na década seguinte, adquirido uma área rural, que se transformaria na Unidade de Grãos da Cooperativa. Ex-diretores, cooperados, equipes e parceiros construíram um legado das culturas em rotação com a cana-de-açúcar na Coplana. Hoje, cerca de 70% do nosso resultado vêm dos grãos”, concluiu.

Como forma de promover uma singela homenagem, mas repleta de admiração e agradecimento, a Diretoria da Cooperativa entregou um quadro a Rodrigues, com duas imagens marcantes: uma foto da condução de uma reunião com os cooperados da Coplana e outra de uma lavoura de soja, que assim como o amendoim, é cultivada em rotação com cana-de-açúcar, promovendo a geração de empregos e renda. Rodrigues foi o idealizador do Sistema Coplana de Rotação de Culturas na década de 1970, que fomentou o cultivo de grãos nas áreas de reforma de canaviais. Hoje, um exemplo de sustentabilidade nos negócios da Coplana e na produção de cana-de-açúcar.

O Agro na cidade: Coplana participa da comemoração de 191 anos de Jaboticabal

A 37ª Festa do Quitute e Expofeira de Artesanato, que aconteceu de 11 a 16 de julho, se confirmou como um importante evento cultural do Estado de São Paulo. Além da gastronomia, a iniciativa abre espaço para a apresentação de bandas de música locais e regionais e incentivo às artes e artesanato. A tradicional festa dá oportunidade ainda às entidades assistenciais, que oferecem variados tipos de quitutes, com renda revertida para seus projetos sociais.

Devido ao seu papel de geração de empregos e renda na cidade e região, a Coplana foi convidada a participar do evento, como forma de apresentar ao público o Amendoim Coplana, um produto que conquistou reconhecimento no Brasil e exterior. No estande posicionado em uma das entradas do galpão da Expofeira, os visitantes puderam conhecer a cadeia produtiva do amendoim e ver o resultado dos investimentos nesta cultura, que trouxe para a cidade o título de “Capital do Amendoim” no Estado de São Paulo.

No espaço da Coplana, estiveram expostos produtos de marca própria, que são comercializados pelas Lojas, bem como os grãos das principais culturas processadas e armazenadas na Cooperativa. Ainda, uma mostra com os principais produtos do mercado que levam em sua composição o Coplana Brazilian Premium Peanuts, marca do Amendoim Coplana, que atende à grande indústria alimentícia no Brasil e exterior.

O estande apresentou também as mudas de cana-de-açúcar pré-brotadas, folders institucionais e um monitor com informações sobre a Cooperativa. “A Festa do Quitute é uma oportunidade de estreitar o relacionamento da Coplana e do agronegócio junto aos cidadãos de Jaboticabal e de toda região. Tivemos os membros de nossa equipe na apresentação do nosso estande que contava com produtos disponíveis em nossas lojas, o ingrediente amendoim e o legado construído pelos produtores rurais. A participação da Cooperativa, portanto, foi muito positiva”, avaliou o presidente da Coplana, José Antonio Rossato Junior.

Núcleo Silos promove reunião sobre Seguro Agrícola

O Núcleo Silos da Coplana promoveu, no dia 24 de junho, uma reunião com produtores de soja a respeito do seguro para a cultura. Os produtores tiveram acesso à proposta da ValleAgro, representante do grupo Fairfax Brasil. Uma conversa semelhante havia ocorrido dias antes com produtores de amendoim.

O representante da ValleAgro, Aloísio Góis, explicou como funciona o seguro que no caso da cultura da soja é bastante difundido no País. Além disso, os produtos existentes são subvencionados pelos governos estadual e federal. “No Brasil inteiro, quando falamos de seguro agrícola, o que mais se faz é seguro de soja. A indenização é simples e rápida, conforme a diferença entre a produtividade garantida e a produtividade obtida na lavoura”, enfatizou. Pelo seguro, a produtividade está protegida em relação a riscos climáticos, contra chuva excessiva, geada, granizo, incêndio, raio, seca, tromba d’água, ventos fortes e ventos frios.

O sinistro, segundo o representante da seguradora, deve seguir alguns preceitos, como: comunicado imediato de qualquer evento que possa caracterizar prejuízos à lavoura; realização de procedimentos com orientações do corretor; comunicação sobre o início da colheita da área sempre com antecedência mínima de 15 dias; realização da colheita somente após inspeção.

O coordenador do Núcleo Silos, Azael Pizzolato Junior, considerou a proposta interessante para seu segmento. Segundo ele, os cooperados que produzem soja poderão identificar suas necessidades em relação ao produto oferecido e avaliar a contratação. “A Cooperativa, com o suporte do Núcleo Silos, fez sua parte, oferecendo o que considerou ser mais interessante no mercado de seguros”, resumiu.

 

Sobre a seguradora: A Fairfax Brasil Seguros Corporativos é uma seguradora multinacional, com experiência em seguros rurais, patrimoniais, de transportes, entre outros. Pertence à Faarfax Financial Holding, que atua desde 1986 no mercado global.

Professores da região discutem o papel do agronegócio em visita à Coplana e à Socicana

“A partir de agora, toda vez que eu comer um bombom que tenha o amendoim da Coplana ele terá um sabor diferente. Entendi como o amendoim é processado, a qualidade, o cuidado e o carinho que envolvem esta produção.” A declaração da professora Cátia Goulart de Medeiros Gaspar, da escola Professor Alfredo Rolim de Moura, de Guariba, demonstra que a Coplana alcançou o objetivo de esclarecer o papel da Cooperativa durante a visita de professores à Central de Recebimento de Embalagem, em Guariba, e à Unidade de Grãos, em Jaboticabal.

Entre outros aspectos, o grupo conversou sobre a contribuição da Coplana para a economia regional, a geração de emprego e renda e a projeção internacional do amendoim brasileiro.

A visita fez parte do “Programa Educacional Agronegócio na Escola”, da Associação Brasileira do Agronegócio, Regional de Ribeirão Preto (Abag/RP), que divulga o agronegócio em visitas a propriedades e indústrias da cadeia produtiva. Este ano, a visita à Coplana e à Socicana aconteceu no dia 14 de junho, começando de manhã no auditório da Socicana, em Guariba. Os 29 professores inscritos no programa foram recebidos pela superintendente da Cooperativa, Mirela Gradim, que deu as boas-vindas e falou sobre a importância da aproximação entre as escolas e o setor, além de ressaltar o valor dos educadores.

O superintendente da Socicana, Rafael Bordonal Kalaki, fez uma apresentação na sequência, trazendo uma visão consistente sobre a produção. Rafael explicou o que é associativismo e sua importância, bem como elencou as funções das associações no agronegócio, além de esclarecer detalhes sobre a Socicana: sua estrutura, iniciativas e serviços. O presidente da Coplana, José Antonio Rossato Junior, falou em seguida. Ele parabenizou o trabalho da Abag/RP no sentido de promover uma aproximação entre os meios urbano e rural, explicou o que é o cooperativismo e detalhou a atuação da Coplana.

Após as apresentações, os professores conheceram a Central de Recebimento de Embalagens, onde foram recebidos pelo colaborador Fábio Paiva, que apresentou todo o processo, desde a chegada das embalagens, especificando o pioneirismo do trabalho da Coplana, que serviu de modelo para as outras unidades do Brasil.

A parte da tarde foi dedicada à Unidade de Grãos, com passagem pelo Armazém de Amendoim em Casca, em seguida pelo Beneficiamento, Blancheamento e, por fim, pelo Semielaborado. O comentário geral era de que o dia havia sido muito produtivo. Os professores puderam compreender melhor outros aspectos da cadeia produtiva e, neste sentido, levar as informações aos alunos. Alguns professores participaram da visita pela segunda vez e declararam que a Coplana tem um jeito especial de recebê-los.

“As explicações ajudaram a tirar as dúvidas que tínhamos. Sempre passamos perto de uma plantação de amendoim, e  agora já sabemos a importância da cultura para a região e para o País. O que foi falado foi muito esclarecedor”, pontuou Carmen Mazzi, professora de Guariba.  O colaborador Mateus Frazão acompanhou o grupo em todas as etapas da visita à Unidade de Grãos. Além das escolas de Guariba, estavam no grupo, professores de escolas de Dobrada, Fernando Prestes, Jaboticabal, Jardinópolis e Porto Ferreira.

Coplana realiza reunião sobre Seguro Agrícola para amendoim

A Coplana, com a participação do Núcleo de Negócios Amendoim, reuniu, no dia 3 de junho, produtores da cultura para apresentar a proposta da ValleAgro, representante do grupo Fairfax Brasil, sobre o seguro da produção de amendoim. Aloísio Góis, da ValleAgro, explicou como funciona o seguro e foi sabatinado pelos cooperados e direção da Cooperativa, sobre os benefícios e funcionamento.

A produtividade segurada do plantio à colheita, segundo Góis, oferece suporte para as perdas de produção causadas pelas oscilações climáticas. “A indenização é simples e rápida, conforme a diferença entre a produtividade garantida e a produtividade obtida na lavoura.” Ele explicou que a produtividade da lavoura está protegida contra chuva excessiva, geada, granizo, incêndio, raio, seca, tromba d’água, ventos fortes e ventos frios.

Góis argumentou que os diferenciais de sua proposta são a possibilidade de escolha do nível de cobertura mais adequado; cobertura de replantio sem custo adicional ao produtor, sem carência e sem franquia (em casos de chuva excessiva, granizo e tromba d’água); taxas individuais para negociações coletivas, grupos de produtores ou cooperativas; e atendimento personalizado.

O sinistro, segundo ele, deve seguir alguns preceitos: qualquer evento que possa caracterizar prejuízos à lavoura deve ser comunicado imediatamente • o produtor deve procurar a orientação de seu corretor sobre os procedimentos a serem realizados • deve, ainda, comunicar o início da colheita da área sempre com antecedência mínima de 15 dias • e deve, por fim, sempre aguardar a inspeção antes de realizar a colheita da área.

 

 

O coordenador do Núcleo Amendoim, Nilton Souza Junior, contou que a proposta de seguro era uma reivindicação dos produtores, que queriam uma solução para os desafios do clima. “É uma demanda antiga que alinhamos e chegamos em uma opção. Algum tempo atrás não havia nenhuma opção, agora temos pelo menos uma, que não sabemos se é a melhor, mas nos mostra um horizonte. Este seguro é um produto novo, que varia de região para região. Se tivermos subvenção dos governos estadual e federal se torna interessante, mas arcar com todos os custos não é o melhor caminho”, resumiu o coordenador.

A superintendente da Coplana, Mirela Gradim, comenta que há três anos a Cooperativa vem estudando este produto e que até então tinha pouca viabilidade. “Embora ainda não seja o ideal, o produto melhorou e é uma alternativa para quem não via luz no fim do túnel. Sabemos que são necessários ajustes e um aprendizado conjunto entre produtores e seguradora. Importante lembrar que o cooperado pode contratar 30%, 50% da área total e, assim, experimentar o seguro”, concluiu.

 

Para esclarecimentos, entre em contato com
o CAC – Jaboticabal (16) 3209-9000
ou com a corretora ValleAgro (11) 93807-2473

 

Sobre a seguradora

A Fairfax Brasil Seguros Corporativos é uma seguradora multinacional, com experiência em seguros rurais, patrimoniais e de transportes, entre outros. Pertence à Faarfax Financial Holding, que atua desde 1986 no mercado global. Os seguros rurais e de animais, segundo a empresa, são importantes instrumentos de gerenciamento e redução de riscos para o produtor. Devido à grande importância do setor agropecuário no cenário nacional, vários produtos foram desenvolvidos ou se encontram em fase final de aprovação.